Buscando trabalhos voluntários? Leia histórias para idosos solitários

Projeto Histórias por Telefone já reuniu mais de 900 contadores de história

Nos últimos meses o mundo encarou uma nova forma de viver: o distanciamento social. Essa é a maneira mais eficaz de conter a propagação do novo coronavírus. O fato é que esse isolamento aumentou, principalmente entre os idosos, o sentimento de solidão. Buscando amenizar isso, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado do Rio de Janeiro criou o projeto Histórias por Telefone que promove o encontro entre pessoas que desejam ouvir histórias com aquelas que querem contar.

Foto: Jornal Extra

Em um período de apenas duas semanas, a iniciativa já contou com a inscrição de 900 pessoas para contar histórias e 2.500 interessadas em ouvir. A ideia que surgiu no Rio, já chegou em outros estados do Brasil e tem até inscritos de Portugal. 

O objetivo era amenizar a sensação de solidão que os idosos sentem durante o isolamento, contudo, o projeto deu tão certo que atingiu também outras idades. Entre os ouvintes, a média de idade é de 56 anos. Já os contadores, ficam na média dos 43 anos. Em se tratando de gênero, as mulheres são maioria, tanto contando, quanto ouvindo. 

Existem relatos de pessoas que se inscreveram tanto para ouvir, quanto para ler. É o caso de Ruth Leite, de 81 anos, em entrevista para Folha ela contou que inicialmente se inscreveu para ouvir, mas que depois resolveu ler. Ela agora lê um livro para três pessoas, cada ligação é um capítulo. O objetivo dela é fazer uma ligação por semana para cada um. “Eu me sinto mais útil, e não tenho tempo para pensar na solidão”, afirma Ruth.

Além de livros e histórias, a poesia também tem espaço no projeto. “Fiquei muito emocionada com uma poesia de Fernando Pessoa sobre a amizade. Vivemos esse tempo de incertezas e foi uma forma de acalentar o coração”, contou a professora Simone Dias da Silva, de 40 anos. Ela se inscreveu para realizar leituras e ouvir, mas até agora ainda não ligou para ninguém, só recebeu duas ligações. 

Como participar

Mesmo que você não seja do Rio de Janeiro, pode muito bem se cadastrar para ler ou ouvir, bem como indicar amigos para ouvirem também. As ligações podem ser feitas também pela internet.

Para ouvir histórias, basta preencher este formulário: https://bit.ly/2REahDJ. Nele você preenche dados simples como nome, idade e telefone, bem como endereço de casa e de e-mail. É nesse link também que você pode indicar uma pessoa que esteja precisando de uma boa história.

Já nesse link: https://bit.ly/2VxUjMJ, você se candidata para ser um contador. Basta colocar os mesmos dados e responder algumas perguntas, por onde prefere fazer a ligação e quantas ligações você tem disponibilidade de fazer. 

As pessoas que fazem a inscrição recebem orientações de como ligar, bem como dicas de tom de voz, que pode ser mais alegre e suave, como se apresentar e questionar se a pessoa tem disponibilidade para ouvir naquele momento. Junto das orientações vem uma lista de nomes e telefones. Além disso, a secretaria oferece um arquivo com poemas, fábulas, contos e letras de canções.

Tags: qualidadedevida

Veja mais