Idosa de 108 anos que vivenciou gripe espanhola se recupera do novo coronavírus

Confira os cuidados com os idosos durante a pandemia

A norte-americana Sylvia Goldscholl é um símbolo de sobrevivência, a idosa de 108 acaba de ser curada da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O governador de Nova Jersey, Phil Murphy foi quem publicou a notícia e comemorou a vitória de Sylvia.

E as vitórias de Sylvia não vêm de hoje, em 1918, quando tinha 7 anos, ela sobreviveu à gripe espanhola, maior pandemia do século 20. “Uma vida tremenda, um espírito tremendo e uma tremenda demonstração de força”, afirmou Phil.

A força de Sylvia realmente fez a diferença na recuperação da doença, contudo, ainda é necessário ter os devidos cuidados, principalmente com os idosos, os mais afetados pela doença. 

Em geral, o grupo da terceira idade é mais vulnerável a enfermidades. Isso porque eles têm um sistema imunológico mais frágil. As vacinas, que foram tomadas quando eram jovens, já não têm mais a mesma eficácia. Além disso, os pulmões e as mucosas também são mais delicados e não combatem as doenças da mesma maneira. Esses são alguns dos fatores que tornam esse grupo mais desprotegido.

Neste caso, o cuidado com os idosos precisa ser redobrado. A maior eficácia para a prevenção é o isolamento social. Sendo assim, idosos devem evitar sair de casa, para ir ao supermercado, farmácia, ou qualquer outro lugar. O ideal é que a pessoa que for fazer a compra, já entregue tudo higienizado. 

Em se tratando de higiene, é necessário conscientizar os idosos da lavagem correta das mãos, do uso de álcool em gel, da importância de limpar as superfícies e tudo que vier da rua. Além disso, em uma situação que seja extremamente necessário sair de casa, eles deverão usar máscaras e manter distância de no mínimo 1 metro de outras pessoas.

É comum que as pessoas mais velhas frequentem mais hospitais, sejam para tratamentos específicos ou consultas de rotina. A orientação nestes casos é evitar ao máximo essas idas, afinal, nos hospitais as chances de contaminação são ainda maiores. Muitos profissionais e consultórios já estão liberando consultas via internet, enquanto alguns laboratórios de exames fazem as coletas a domicílio.

O cuidado com a alimentação é primordial para cuidar do sistema imunológico e prevenir o novo coronavírus. Uma dieta balanceada, com verduras e frutas, evitando açúcares e gorduras e sempre variando o cardápio para torná-lo atrativo faz toda a diferença.

E mesmo que não se possa mais sair de casa, nada impede que eles continuem praticando exercícios, uma caminhada pelo quintal, levantamento de objetos e até mesmo uma dança serve tanto para movimentar o corpo, quanto para ocupar a mente. 

O isolamento social pode potencializar o sentimento de solidão nos idosos. Neste caso, é contar com a tecnologia para diminuir as distâncias, ligações de vídeo, fotos, vídeos e tudo que garante a comunicação é válido. 

O momento é difícil para todos, mas se cada um cuidar de si e de quem se ama, essa fase vai passar ainda mais rápido, com menos danos. E que todos possam comemorar assim como Sylvia Goldscholl a sua vitória. 

 

Tags: cornavirus